quinta-feira, 3 de junho de 2010

Resenha HQ: O Guarani

Sinopse: Adaptação em quadrinhos do clássico da literatura romântica brasileira O Guarani, do romancista José de Alencar.

Análise: Essa adaptação em quadrinhos de O Guarani, clássico do romancista brasileiro José de Alencar, é o segundo volume da coleção Clássicos Brasileiros em HQ da editora Ática, iniciada com a adaptação de O Alienista em 2008.

Mirando programas de compra de livros pelo governo, que vem colocando em seus editais quadrinhos, o álbum tem um excelente tratamento editorial. Além das 80 páginas de história, há uma introdução e um bônus com biografias dos autores, um texto situando o romance original no contexto literário e cultural de sua época e um interessante making of do livro, mostrando trechos do roteiro e sua versão ilustrada.

Como toda obra com fins paradidáticos, o livro conta ainda com um suplemento de leitura para professores utilizarem em sala de aula.

O trabalho editorial competente apenas soma a ótima adaptação. O roteiro é assinado por Ivan Jaf, autor de diversos livros juvenis e roteirista de quadrinhos publicados pela finada Editora Vecchi e pela italiana Scorpio.

Jaf captura o essencial da longa obra de Alencar, suprimindo algumas passagens de menor importância. Sem as longas narrativas da literatura romântica, a história cresce em emoção e diversão, cativando o leitor com muita ação e relacionamentos amorosos.

Mas o principal motivo de comemoração para quem gosta de quadrinhos é a o retorno de Luiz Gê. O desenhista estava afastado das HQs havia muito tempo, deixando órfãos os fãs do seu trabalho. Talvez por isso, supondo que ele tenha desenhado primeiro as páginas inicias, a arte demora um pouco a engrenar. É possível perceber que Gê estava "enferrujado".

Aos poucos, os desenhos vão melhorando e a qualidade cresce, tanto em tomadas de câmera quanto em detalhismo. Do meio para o final, a leitura fica tão fluida que é praticamente impossível deixar o álbum de lado antes de terminá-lo.

Nerdshop:

O Guarani, de Ivan Jaf (roteiro e adaptação) e Luiz Gê (desenhos). Ed. Ática.

2 comentários:

Cássio disse...

Curti!

Fora através dos programas governamentais de distribuição de material didático, existe outros meios de adquirir cópias de O Guarani e O Alienista em quadrinhos?

Guilherme Kroll disse...

Em Livrarias como a Cultura e no próprio site da editora.