terça-feira, 29 de julho de 2008

Promoção Homem Nerd e Red Bug





Mais uma promoção do Homem Nerd para seus leitores! Dessa vez em parceria com a Red Bug, que tem um vasto material de camisetas com temas nerds e geeks. Para concorrer, basta acessar a página da promoção e mandar a resposta para a seguinte pergunta: "O que não pode faltar na mochila de um nerd?".

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Dossiê Rê Bordosa



Ontem, rolou em São Paulo a premiação do 20º HQ-Mix. Foi uma premiação deveras chata, mas quem foi pôde conferir o curta de animação stop-motion (com massinha) de César Cabral Dossiê Rê Bordosa.

O filme é simplesmente hilário, bem produzido e valeria só pelos depoismentos de Angeli e Laerte. Mas as participações de Bob Cuspe, a dublagem de Pereio e a própria Rê Bordosa estão sensacionais.

O legal é que o filme será exibido hoje e sábado durante o Anima Mundi, ou seja, quem não viu ontem tem ainda mais duas chances de conferi. Para conferir a programação do festival cliquem aqui.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Melhor filme x Filme que eu mais gostei

Comparar filmes muitas vezes é injusto. Os métodos de análise para um genial Charles Chaplin são diferentes do que para um Fritz Lang ou Orson Wells.

Na crítica "séria" e nas academias de cinema há um lugar de honra reservado para os dramalhões que fazem chorar enquanto que filmes que buscam divertir são subestimados. Um ídolo da equipe do Homem Nerd, Bill Murray, ironizou isso ao receber o prêmio de melhor ator no Globo de Ouro, declarando que dedicava seu prêmio aos atores de drama que sempre perdiam para os de comédia.

Toda essa introdução foi só para pontuar uma coisa: para mim, os métodos de avaliação de qualidade de uma obra são tão subjetivos quanto os de gosto. E dentro dos meus métodos de avaliação, que incluem direção ousada, roteiro bem amarrado, interpretações convincentes, produção impecável e capacidade de agradar a todos os públicos, Batman – O Cavaleiro das Trevas é o melhor filme adaptado dos quadrinhos já feito. Melhor que 300, melhor que Sin City, melhor que X-Men, melhor até que Homem-Aranha.

Mas não foi o filme adaptado dos quadrinhos que eu mais gostei. Não quer dizer que eu não tenha achado o filme SENSACIONAL, mas eu ainda gosto mais, ou pelo menos igualmente, de Homem-Aranha 2 e Homem de Ferro.

São impressões preliminares, pretendo rever o filme e talvez mude meus conceitos, o melhor de gosto é que você pode mudá-lo quando bem entender :),.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Casal Nerd (??)

Ih, gente... o casal nerd tá ficando velho, cheio de responsabilidades... é trabalho etc. etc. etc. O cansaço é tamanho que, como já deve ter sido percebido por aqui, eu precisei de umas férias.

Volto em agosto, pode ser? Enquanto isso, aceito sugestões de temas paa abordar. É sempre bom ter a opinião de outros casais nerds (opinião de nerds solteiros também vale!).

Bom julho pra vocês, pessoal. E vão ver O Cavaleiro das Trevas!

Presente fantástico!

Recentemente Neil Gaiman, o autor favorito deste nerd que vos fala, veio ao Brasil para a Flip (Festa Literária de Paraty). Como ninguém aqui está ficando rico, não pude viajar até lá e estar presente.

Enfim, um casal de amigos, compadecidos da minha tristeza comprou uma edição paperback do romance Nerverwhere de Gaiman e pegaram um autógrafo personalizado para mim. Não preciso dizer a minha emoção ao abrir o livro :)

Espero que da próxima vez que ele vier ao Brasil eu possa comparecer, mas este presente já valeu a pena.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Batman x Homem de Ferro

Batman – Cavaleiro das Trevas é o segundo filme adaptado dos quadrinhos que assisto esse ano. O primeiro foi o Homem de Ferro.

Fui assistir Homem de Ferro com a maior boa vontade e grandes expectativas. Afinal, todo mundo que eu conheço tinha gostado muito! Mas, a decepção foi imensa. Roteiro fraco, péssimas atuações (com exceção de Downey Jr.), um filme simplesmente esquecível. Ou seja, não era um filme ruim, tipo Hulk, mas esquecível, como Homem-Aranha 3. Mas, digamos que não chegou a ser ruim graças ao protagonista mesmo. Apesar de eu estar vendo claramente que o filme não era tão bom quanto diziam, não conseguia enxergar as qualidades que meus amigos viam nele! Na verdade, ninguém me apontou nenhuma mesmo, simplesmente gostaram, o que é sempre duvidoso. Mas gosto é igual... aquilo.

Mas, tenho esperanças que após verem Batman, e fazendo a injustiça de compará-lo a Homem de Ferro, este seja posto em seu devido lugar.

Batman vem pra dar uma lição de como um filme baseado em uma HQ deve ser. Na verdade, de como qualquer filme deve ser. Nenhum filme se sustenta com apenas um protagonista e péssimos atores de suporte, ninguém faz milagre! Nenhum filme de ação tem que depender de uma lutinha fraca de 3 minutos e meio. E nenhum, mas nenhum filme mesmo, deve depender de uma trilha sonora com AC/DC pra gerar adrenalina na audiência (veja, eu adoro AC/DC mas usar como trilha pra causar emoção é o recurso mais batido de sonoplastia desde que músicas pop entraram para as trilhas sonoras e foi a única coisa de Homem de Ferro que causou um pouco mais de emoção).

Batman, por sua vez, consegue o milagre de passar para a tela a tal da magia das HQs. O que é muito difícil pois as HQs reúnem recursos gráficos e narrativos que causam emoções tão marcantes no subconsciente do leitor que mesmo produtos audiovisuais são dificilmente capazes de imitar essa contundência. Mas ele só foi capaz porque reuniu um elenco ótimo e um roteiro marcante, mesmo que não totalmente fiel ao original (o que eu pessoalmente não acho tão importante) mas que conseguiu passar a essência dos personagens como capturada pelas nossas mentes ao ler os gibis.

E o mais importante, este filme vai ser daqueles que vai marcar toda uma geração de crianças que assistirem quando passar na Globo, como os do Tim Burton fizeram um dia. Será que Homem de Ferro também? Ou será que vai ser tipo mais O Fantasma com Billy Zane?

sábado, 12 de julho de 2008

Ah, eu sou Toguro!


Impulsionado pelo sucesso de Cavaleiros do Zodíaco, a finada Rede Manchete trouxe uma batelada de animes divertidos que fizeram um bom sucesso com o público. Lógico que não foram tão marcantes quanto Cavaleiros mas muitos deles ainda são lembrados com carinho pelos fãs hoje em dia.

De todos dessa leva, o de maior sucesso foi sem dúvida Yuyu Hakushô. Seguindo os mesmos moldes de outros animês de ação e aventura, a série mostrava Yusuke Urameshi e seus amigos Kiwabara, Hiei e Kurama às voltas com demônios e criaturas malignas. Eventualmente, Yusuke e os outros vão até mesmo ao inferno para disputar torneios e medir forças com seus adversários.

A série não tinha lá grandes inovações, mas alguma polêmicas, como o fato da mãe adotiva de Yusuke ser uma bêbada de marca maior.

Mas para quem assistiu a série na época, o que mais marcou com certeza foi a primorosa dublagem brasileira. O marcante foram as sensacionais adaptações e tiradas espirituosas, sobretudo no ótimo trabalho de Peterson Adriano, responsável pela voz de Koenma. Até hoje os bordões brasileiros são lembrados com muito humor pelos fãs ("Oh seu trapizomba!", "Olha aqui o chupacabra!", "Seu filhote de cruiz credo!", entre muitos outros).

Outra coisa marcante foram as torcidas dos torneios das trevas que não hesitavam em gritar o nome do vilão Toguro relembrando o sucesso musical duvidoso da época, "Ah, eu to maluco!", com o grito "Ah, eu sou Toguro!"

A boa notícia é que na redublagem da animação, quando ela foi ressuscitada pelo Cartoon Network e depois lançada em DVD, eles chamaram o elenco original da dublagem que fez o possível para manter o espírito da primeira versão. Por si só, um bom motivo para ter essa série em casa.

Nerdshop:
Yuyu Hakushô, o Torneio das Trevas: R$ 105,90

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Twin Peaks e Seinfeld




Recentemente me tornei uma fã inveterada de Twin Peaks, e desde 1997 sou completamente viciada em Seinfeld. Ao assistir os episódios da série criada por David Lynch não pude deixar de notar uma coisa bizarra: vários personagens de TP apareceram depois em Seinfeld.

Vamos lá (cuidado pode conter spoilers, de Twin Peaks, não de Seinfeld, claro):


  • Doctor Hayward, médico de TP é o pai de Susan, noiva de George Costanza. Os dois têm um segredo no passado.
  • Sarah Palmer, mãe de Laura Palmer é a mãe de Susan. Portanto, ela perde a filha nas duas séries.
  • Ms. Jones, a misteriosa secretária de Andrew Packard é Sue Ellen Mischke a amiga “braless” da Elaine Benes. Não usa sutiã nas duas séries.
  • Tom Brockman, o cara do seguro que conversa com Shelly após Leo ficar com problemas é Mr. Pitt, o chefe da Elaine. O sotaque é o mesmo.
  • Jacques Renault, o traficante franco-canadense é o “cable guy” inimigo do Kramer. Ele aparece num telefone público nas duas séries.
  • Mrs. Tremond, a velhinha do Meals on Wheels que não quer o creme de milho é Mabel Choate, a velhinha (“shut up you old bag) de quem Jerry rouba o “marble rye” e depois é o voto de minerva no impeachment do pai de Jerry como presidente do Del Boca Vista. Ela é meio chata pra comida nas duas séries né?
  • Judy Swain, a assistente social que cuida do Little Nicky é a amiga de Elaine que não mexe os braços, que por acaso é Molly Shannon do SNL.
  • Emory, gerente da loja de departamentos Horne é Dennis do episódio do "The Rye" (que por acaso é o episódio com o recorde de aparições de ex-Twin Peakers, com quatro ao todo) o mesmo em que Jerry rouba o pão da Mrs. Tremond, mencionado acima.


Além disso, nas duas séries o restaurante/café é baseado em lugares reais e que têm um papel crucial para o roteiro.

E depois de todos esses ainda continuo com a impressão de que estou esquecendo de algo ou alguém... Se alguém perceber mais semelhanças ou participações em comum, me avisem!

Já vimos: Cavaleiro das Trevas

Ontem, parte da equipe HN foi assistir a sessão para imprensa de Batman – O Cavaleiro das Trevas. Para quem está com altas expectativas em relação ao filme, fica a dica: continue assim! Resumindo em três letras: PQP!!!
Heath Ledger, como todos esperavam, rouba a cena quase deixando o Homem-Morcego como um mero coadjuvante. Aaron Eckhart também mostra um bom trabalho como Harvey Dent.
Um lado interessante de Batman que nunca foi explorado pelos outros filmes está presente em Cavaleiro das Trevas: ele mostra todo seu talento de detetive.
Resenha no ar na próxima quarta-feira.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Tenha seu próprio R2-D2



Agora você já pode ter um próprio R2-D2, que salvou a pelo de Luke Skywalker e muitas outras pessoas ao longo da hexalogia Star Wars. Isso porque o site Think Geek (algo como Pense Nerd)está comercializando o que eles chamam de R2-D2 Interactive Astromech Droid, uma réplica em tamanho real de R2 que se movimenta sozinha. Há imagens e um video no site. Confiram clicando aqui.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Vencedores da Promoção – Divulgados!

O nomes dos vencedores já foram divulgados no Homem Nerd. Confiram clicando aqui.

Vencedores da Promoção

Conforme prometido, anunciaremos hoje os vencedores da promoção "Homem Nerd e Pixel". Faltam ainda alguns detalhes técnicos, mas na parte da noite de hoje os nomes dos vencedores entram no ar.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Problemas técnicos

Não nossos, mas os servidores da Telefônica ficaram fora do ar em São Paulo ontem. Por isso tudo que envolveu apurar notícias ou postá-las por meio do Speedy foi um fracasso ontem. Conseguimos colocar algumas coisas no ar, mas hoje teremos mais material, a começar pela atualização do nosso Especial Estúdio Ghibli, com a resenha do anime Nausicäa.

Aos leitores de fora de São Paulo, e aos daqui que conseguiram se conectar ontem graças a outros servidores, fica o nosso pedido de desculpas.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Casal Nerd (19)

Minhas férias

Tá. Elas mal começaram, e eu ainda não recebi meu salário, o que significa que até sessões de cinema estão cortadas no momento. Mas elas (as férias) e ele (o salário) virão, sedeusquiser.

A pergunta é: o que fazer nas férias, queridos nerds? Quais são seus programas nerds favoritos?

Eu, particularmente, tenho dois:
1. Ir ao cinema com o namorado nerd.
2. Assistir a um filme em casa com o namorado nerd.

(As duas versões podem ter a variação "com amigos", claro.)

Há também aquelas opções para gastar tempo: passear pela livraria Cultura da Av. Paulista, passear pela Fnac da Av. Paulista, passear pela Av. Paulista, jantar em algum lugar perto da Av. Paulista... (como vocês devem ter percebido, eu não vou a lugares muito diferentes hehehe).

E o que mais se pode fazer? Há os fãs de teatro ("Você gosta de teatro?"), mas eu não sou um deles. Mas não recrimino quem goste, também. Há os fãs de museus, coisa que o namorado nerd não curte muito. E eu tenho preguiça. Então passa. Mas ele vai no Encontro Internacional de RPG neste fim de semana, ótima opção pros nerds que curtem RPG (óbvio, Carla!).

Aproveitem o início das férias, queridos nerds! E eu volto a falar com vocês. Quem sabe eu tenho alguma novidade até semana que vem? :P

Já vimos: Viagem ao Centro da Terra

O clássico livro de Julio Verne inspirou a realização do primeiro longa-metragem 3D com atores de carne e osso. O resultado final é um título que em alguns anos será um clássico de Sessão da Tarde. A única diferença é que, quem for assistir a ele no cinema, terá a chance de experimentar a sensação de profundidade.

Semana que vem o Luiz coloca uma resenha mais detalhada no site.

terça-feira, 1 de julho de 2008